21 de dez de 2010

Confraternização dos Profissionais da Educação



A caminho do final de mais um ano, a equipe gestora da Escola realizou um JANTAR DE CONFRATERNIZAÇÃO, no dia 15 de Dezembro, na Chácara de Lazer da Remap. Um jantar aberto a familiares, e que ja acontece a muitos anos.

20 de dez de 2010

Festival de Talentos

Tem se percebido no decorrer dos anos que muitos de nossos alunos pussuem dons artísticos, ficando limitados a apresentarem-se em pequenos grupos, surgiu então a idéia de viabilizarmos um dia para que esses dons fossem apresentados no palco, isso aconteceu dia 17 de dezembro, onde os alunos tiveram a oportunidade de apresentarem seus talentos artísticos.
Este evento tem como objetivo incentivar os alunos a participar de atividades de palco, onde possa apresentar ao público o seu talento nato ou adquirido nas diversas aptidões e habilidades como: música, dança, dublagem, canto, teatro, pintura.
Confira as fotos

Confraternização dos alunos do EMIEP



Os alunos do Ensino Médio Integrado passaram o dia 16 de dezembro confraternizando no Curupy

Acompanhados por:
professor Inácio, professora Silvana, professora Denise, Léia e pelo coordenador Anildo, no período vespertino

10 de dez de 2010

Seduc debate Ensino Médio Integrado a Educação Profissional - de 16 à 18 de novembro

Profissionais do estado discutiram na capital do estado a integração da base da educação profissional a base nacional comum para o ensino médio, durante o Seminário "Ensino Médio Integrado: Princípios e Pressupostos", realizado no Hotel Fazenda Mato Grosso.  





As representantes de nossa escola foram:
  • Eliane da Silva - diretora
  • Eliane Külkamp - coordenadora
  • Izilda de Lourdes V. Rabelo - professora
  • Edinalva dos Santos Socreppa - professora
  • Cristiane Baron - Professora

9 de nov de 2010

Dia "D"




Dia do funcionário Público 28/10/2010

Projeto olimpíadas de língua portuguesa

O projeto olimpíadas de língua portuguesa – escrevendo o futuro – é um programa do MEC e desenvolvido em todo o Brasil por escolas públicas. Na escola São Vicente de Paula, o projeto foi adaptado e ganhou novos rumos, propondo atividades de forma interativa, com o objetivo de proporcionar ao educando atividades de leitura e escrita, sendo estes, os pesquisadores de temas polêmicos, entrevistadores de pessoas de seu meio social e, promovedores de discussões acerca de problemas que afligem a sociedade. Ou seja, aquele que está atento ao lugar onde vive.
       O programa oferecido pelo MEC ganhou dimensões intensas, tornando o aluno num ser social, instigador de seu próprio conhecimento e construtor crítico de questionamentos em relação a questões que afetam a sociedade em geral. Ao seu findar, conclui-se, o aluno transformou-se.






      
segue abaixo textos de alunos:

CONSTRUÇÃO DE USINA HIDRELÉTRICA: O RIO TELES PIRES SERÁ O MESMO?

                No mundo que vivemos, há muito tempo se ouve falar em evoluções, em renovações incríveis para a melhor qualidade de vida do ser humano e para o desenvolvimento  de técnicas com maior proveito dos recursos naturais. Desde o século XVIII, as inovações vêm ocorrendo, impressionando o mundo por serem inovações úteis. Energia elétrica era fornecida à população com menor qualidade, sendo gerada a partir do petróleo. Mas, hoje, temos o privilégio de poder utilizar a energia elétrica para o funcionamento de eletrodomésticos e  eletroeletrônicos.
                O Brasil é o país com maior reserva de água doce e possui diversos rios com força de correnteza suficiente para a obtenção de energia hidrelétrica. Por esse motivo é viável a construção delas em nosso país; Mas, sabe-se que existem outros meios de obtenção, como: energia elétrica a partir do vento (utilizado em países que tem incidência de ventos com maior frequência anual) ou a obtenção de energia elétrica a partir dos raios solares (melhor em regiões com clima favorável).
                A construção de usina hidrelétrica em Sinop-MT, trará como benefício a melhor qualidade da energia, com menor índice de déficits no município. Porém, “nem tudo que reluz é ouro”. Existem ideias e estudos que são contra essa construção, pois poderá causar danos ambientais mesmo que a empresa que a construirá saiba dos riscos e tomem ações que não aumente essas possíveis “tragédias”. Como exemplo, temos a previsão de que na época chuvosa os níveis dos rios sobem e com isso a água expandirá as suas margens, podendo alagar grandes áreas. Na piracema, os peixes não conseguirão voltar ao local de origem para a reprodução, pois a barragem impedirá seu trajeto.
                Creio que sua construção poderá ser benéfica a para a empresa responsável; Mas, a mesma deverá tomar precauções necessárias para qualquer fato importante. Com o evidente fato de que isso é um “futuro beneficio” para nós que seremos  “privilegiados” com a mudança considerada boa, sua construção deve ser realizada com todos os cuidados necessários , sabendo que a qualidade atual da energia elétrica nessa região não é tão ruim. Mas, se esse tipo de inovação tiver êxito e for bem aceita pela sociedade, provavelmente promoverá a geração de mais empregos e a arrecadação de impostos que se transformarão em melhorias para o município.

ADEMIR PREVIATO – 2º EMI C – Curso Técnico em Administração de Empresas - Matutino





A destruição da floresta em Mato Grosso

                Mato Grosso é um Estado muito rico e bonito em florestas, suas matas exuberantes e cheias de vida que encantam os olhos de quem as veem. Mas, todas estas belezas estão sendo destruídas pouco a pouco pelo ser humano. Pessoas gananciosas que não sabem usufruir sem destruir vidas.
                Os maiores vilões da natureza no Estado são as retiradas ilegais de madeiras, a plantação de grãos e a criação de bovinos que estão crescendo em um índice devastador. Não há como mudar isso. Existem órgãos fiscalizadores que tentam controlar cada uma das áreas citadas. Mas, pensando bem, nós somos os consumidores. Usamos os derivados da madeira, comemos arroz, feijão, milho, soja e dificilmente conseguiríamos banir a carne de gado do nosso dia-a-dia.
                Hoje nosso estado é um dos mais invejáveis em termos de belezas naturais, e tudo isso poderá ser destruído se as pessoas não se conscientizarem do mal que estão fazendo e passem a cuidar. Mas cuidar muito bem, para que tudo isso não fique só na história e que possamos um dia contar a nossos filhos e netos todas as maravilhas que nossos olhos veem.

Tânia Freitas 3º semestre D – Noturno

7 de out de 2010

Laboratórios de Ensino Médio Integrado estão em obras em nossa escoola

Os Laboratórios de EMI para todas as escolas são padronizados. São cinco laboratórios para cada unidade escolar, nas seguintes áreas do conhecimento: Química, Física, Biologia, Matemática e Linguagens. Os editais preveem as instalações elétricas e hidrosanitárias destas salas. O equipamento das mesmas está garantido em outros convênios. A maioria dos recursos é do Programa Brasil Profissionalizado, do MEC. 

12 de abr de 2010

CONVOCAÇÃO

EDITAL DE CONVOCAÇÃO Nº. 01/2010


A Direção da Escola Estadual São Vicente de Paula, no uso de suas atribuições legais.


CONVOCA:


TODA A COMUNIDADE ESCOLAR (alunos, pais e profissionais da educação), em pleno gozo de seus direitos, para participar de uma ASSEMBLÉIA GERAL, a realizar-se no DIA 20 DE ABRIL DE 2010 nas dependências da ESCOLA ESTADUAL SÃO VICENTE DE PAULA, às 19 horas, para tratar do cumprimento da seguinte pauta:
I – Reformulação e votação do Regimento Escolar;



Sinop/MT, 12 de abril de 2010.



Eliane Aparecida da Silva
Diretora

9 de abr de 2010

A Escola Estadual São Vicente de Paula informa:

que não mantêm parceria com a Instituição Educacional P.A.E. – Programa de Apoio ao encaminhamento ao Emprego e Estágio.

Conforme Lei n° 11.788, de 25 de setembro de 2008

Dispõe sobre o estágio de estudantes; altera a redação do art. 428 da Consolidação das Leis do Trabalho – CLT, aprovada pelo Decreto-Lei no 5.452, de 1o de maio de 1943, e a Lei no 9.394, de 20 de dezembro de 1996; revoga as Leis nos 6.494, de 7 de dezembro de 1977, e 8.859, de 23 de março de 1994, o parágrafo único do art. 82 da Lei no 9.394, de 20 de dezembro de 1996, e o art. 6o da Medida Provisória no2.164-41, de 24 de agosto de 2001; e dá outras providências.

...

DA INSTITUIÇÃO DE ENSINO

Art. 7o São obrigações das instituições de ensino, em relação aos estágios de seus educandos:

I – celebrar termo de compromisso com o educando ou com seu representante ou assistente legal, quando ele for absoluta ou relativamente incapaz, e com a parte concedente, indicando as condições de adequação do estágio à proposta pedagógica do curso, à etapa e modalidade da formação escolar do estudante e ao horário e calendário escolar;

II – avaliar as instalações da parte concedente do estágio e sua adequação à formação cultural e profissional do educando;

III – indicar professor orientador, da área a ser desenvolvida no estágio, como responsável pelo acompanhamento e avaliação das atividades do estagiário;

IV – exigir do educando a apresentação periódica, em prazo não superior a 6 (seis) meses, de relatório das atividades;

V – zelar pelo cumprimento do termo de compromisso, reorientando o estagiário para outro local em caso de descumprimento de suas normas;

VI – elaborar normas complementares e instrumentos de avaliação dos estágios de seus educandos;

VII – comunicar à parte concedente do estágio, no início do período letivo, as datas de realização de avaliações escolares ou acadêmicas.

Parágrafo único. O plano de atividades do estagiário, elaborado em acordo das 3 (três) partes a que se refere o inciso II do caput do art. 3o desta Lei, será incorporado ao termo de compromisso por meio de aditivos à medida que for avaliado, progressivamente, o desempenho do estudante.

...

Veja a Lei por completo neste link

http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2007-2010/2008/Lei/L11788.htm