17 de out de 2008

História da Escola

(Depoimento da Profª. Gunda Becker Kirsch Fundadora e Ex-diretora da Escola São Vicente de Paula)
 
No começo, todas as escolas rurais funcionavam como extensão da Escola Nilza (única em Sinop, Gleba Celeste), dirigida pela Irmã Edith.
Em outubro de 1977, o Sr. Alcides Faganello (falecido) fez um levantamento para ver quantas crianças havia, para formar uma nova escola a beira da BR. Fomos visitar o Sr. Vicente de Souza e como ele tinha vários filhos que iam todos à escola Nilza, logo ofereceu um terreno para a construção da escola. Doou um terreno, onde hoje fica o escritório da Imobiliária no loteamento Menino Jesus.
Como não tinha madeira, foi oferecida uma escola que estava perto do Rio Preto. Desmancharam-na e construíram uma salinha, onde funcionavam as primeiras turmas: 1ª, 2ª e 3ª séries, com um total de quinze alunos. Começamos em fevereiro de 1977. Até o final do ano, continuavam os mesmos alunos.
No ano seguinte, foi puxada a rede elétrica (fio de alta tensão) até a estrada Ângela, hoje Alto da Glória. Lá havia um viveiro para formar mudas de café. Quem ficava perto da BR, poderia instalar energia elétrica. Desenvolveu tanto que a cada dia, vinham mais alunos, motivo de instalações de Madeireiras.
Fomos procurar mais professoras, Sirlei Ligoski e Clenir Holz.
A nossa Escola já tinha sido ampliada, construída uma nova sala, onde funcionava a igreja e escola.
Em 1980, na Administração do Sr. Osvaldo de Paula, a Colonizadora doou um terreno de 100x100m, onde hoje funciona a Escola Menino Jesus.
Construíram três salas de aula e a escola passou a funcionar em três turnos: matutino, intermediário e vespertino.
Aumentamos mais salas de aula, mais professores.
Em 1982 o Sr. Enio Pipino, doou a metade da chácara para a comunidade, onde foi marcado o espaço para a construção da futura escola.
Em 1984 iniciamos a 5ª série, como sala de extensão da Escola Nilza.
Em 1985 participamos dos jogos estudantis, pela primeira vez, sob a coordenação da professora Sirlei. Perdemos todos os jogos, mas conseguimos o troféu de Boa Conduta.
Em 1986 o prefeito Geraldino Dal’Maso construiu a atual Escola, com  sete salas de aula. Mudamos para cá no final do ano, pois não havia mais espaço na antiga escolinha azul.
A Escola se tornou independente em 1987, com documentação e registros próprios. O nome da escola foi escolhido, considerando o pedido do Sr. Vicente de Souza, doador do primeiro terreno, que se colocasse “Vicente” em sua homenagem. Devido a todas as escolas estaduais, na época, terem nome de mulher, a Irmã Editha, sugeriu que se colocasse “Paula”, que estaria também tendo o mesmo nome de uma instituição de caridade. A escola passou a chamar-se, então Escola Estadual de 1º Grau “São Vicente de Paula”.

Para saber quem somos...
É necessário saber quem fomos...

 

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário